terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Dia Nacional do Câncer: Prevenção e Promoção ao câncer de mama e próstata na atenção básica.


No mês de fevereiro, segundo calendário do Ministério da Saúde, temos o dia 04 de fevereiro como o Dia Nacional do Câncer. A proposta desta data é trazer uma reflexão e estimular a consciência, de homens e mulheres, sobre o diagnóstico e tratamento desta doença.

No mesmo mês também celebra-se a importância da mamografia. Este exame também  é uma das ferramentas para um possível diagnóstico de situação de câncer em mulheres.

Portanto, no Brasil e ao redor do mundo, esta data estimulou à consciência de ações que visem a promoção e prevenção do câncer e principalmente em pensar em melhorias na qualidade dos serviços prestados na saúde aos pacientes e também aos seus parentes.

Uma das ações de promoção e prevenção, apoiadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS,) é este documentário que visa sensibilizar as pessoas com relação a prevenção da doença.


No Brasil, segundo o Ministério da Saúde, duas cidades participaram desta ação: Rio de Janeiro e Taguatinga-DF. No Rio, o Instituto Nacional do Câncer José de Alencar Gomes da Silva (INCA) promoveu esta discussão através do seminário Mídias Sociais no Controle do Câncer, apontando formas de unir as novas mídias em comunicação e como elas podem ser úteis na prevenção e no combate da doença.

O câncer, segundo o oncologista Drº Murilo Busi informa que o câncer é a segunda doença de maior índice de morte em alguns países e tende a ser a primeira em 2040. Para mudar este quadro, segundo  Murilo Busi, precisa-se mudar a cultura dos jovens com relação ao câncer e buscar estratégias que visem reduzir a mortalidade, hoje em maior incidência entre mulheres no Brasil e no mundo.

Na atenção básica é possível fazer prevenção de situações que envolvem o câncer.  Para mulheres, campanhas de incentivo à mamografia e ao exame preventivo são exemplos onde pode-se prever câncer de colo de útero e câncer de mama. Uma vez levantada esta hipótese a paciente é encaminhada à especiliadade clínica para confirmação do diagnóstico.

Nos homens, a hipótese de câncer de próstata pode ser constatada no primeiro momento, através do rastreamento na dosagem exame PSA, que serve para averiguar os níveis de hormônios neste homem. Caso haja alteração destes níveis, é importante encaminhá-lo ao serviço de saúde com esta especialidade para que exames mais complexos sejam realizados e assim definir o diagnóstico do mesmo. 

Portanto, o exame de mamografia e o exame de próstata podem ser indicados para pacientes à partir de 50 anos, em período anual, como forma de prevenção à situações mais graves na saúde. 


Equipe Bandeirantes, Agente Comunitário de Saúde Fernanda Oliveira.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário